Agespisa investe para melhorar eficiência e reduzir gastos com energia


Diante dos bons resultados obtidos na primeira etapa do Programa de Eficiência Energética, em parceria com a Eletrobras Piauí, a Agespisa volta a trabalhar junto à empresa de distribuição de energia. Nesta quinta-feira (26), a nova etapa do projeto foi apresentada na sede da Agespisa.

agespisa redução de energia

A parceria prevê a instalação de equipamentos de última geração e a aplicação de técnicas modernas com o objetivo de otimizar os serviços prestados à população e gerar economia nos gastos com energia elétrica. Com financiamento da Eletrobras, será investido R$ 1,4 milhão. Em contrapartida, o contrato prevê que a Agespisa reembolse à Eletrobras o valor investido na modernização dos sistemas, com base na economia verificada nos gastos com energia.

Serão instalados 13 conjuntos de bombas de alta potência e alto rendimento em estações elevatórias e poços das cidades de Bom Jesus, Canto do Buriti, Itaueira, São João do Piauí e São Raimundo Nonato. Estão previstos mais 14 equipamentos para as cidades de José de Freitas, Piracuruca, Agricolândia, Esperantina, Floriano, Guadalupe, Demerval Lobão, Barras e Altos.

As ações que serão implementadas foram apresentados durante reunião realizada nesta quinta-feira (26). Estiveram presentes o presidente da Agespisa, Genival Sales; o diretor de Operações, José Maria Carvalho; o superintendente de Manutenção Eletromecânica, Etewalter Costa; o gerente de Eficiência de Água e Energia, Moacyr Gayoso; e o gerente de Sistemas de Abastecimento de Água, Cícero de Sousa. Representando a Eletrobras, participaram o técnico industrial eletrotécnico Gilvan Monteiro e o engenheiro eletricista Edilson Uchôa, ambos da Gerência de Pesquisa, Desenvolvimento e Eficiência Energética.

Concluída em dezembro de 2013, a primeira etapa do Programa de Eficiência Energética garantiu a redução de 40% no consumo de energia do Centro de Reservação da zona leste de Teresina. Em Picos, a economia foi de 25% no sistema de abastecimento de água, onde foram instaladas dez novas bombas.

De acordo com dados da própria Eletrobras, as empresas prestadoras de serviço de água e esgotamento sanitário em todo o país consomem 2,5% da energia elétrica do Brasil. “Com essa parceria, vamos melhorar o abastecimento de água em várias cidades do interior do estado, diminuindo as perdas de água e os gastos operacionais com energia elétrica”, informou o presidente da Agespisa, Genival Sales.

 

Fonte: CCom Piauí