Governador participa da Caminhada pela Conscientização do Autismo


O governador Wellington Dias participou, nesta segunda-feira (2), da 7ª Caminhada pela Conscientização do Autismo. A data é comemorada em todo o mundo mobilizando pessoas para o trabalho com ações e políticas públicas voltadas para a população que vive com autismo, também conhecido como Transtornos do Espectro Autista (TEA).

Na data, Dias comemorou a recente parceria firmada entre o Governo do Estado do Piauí e a Universidade da Filadélfia e o Children’s Hospital of Philadelphia (Hospital Infantil da Filadélfia), instituições norte-americanas pioneiras no cuidado em saúde infantil. “Isso vai nos garantir colocar o Piauí como referência nacional nesta área”, assinalou o governador que lembrou da sua filha Daniely Dias, que possui autismo.

O secretário de Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, apontou para os resultados que a população com autismo vem conquistando no Piauí e para a importãncia da conscientização da sociedade. “Não podemos ficar de fora, perder a oportunidade de chamar a atenção da sociedade, dos entes públicos e privados no que diz respeito às garantias dos direitos dessas pessoas. As pessoas com espectro do autismo são cidadãos que precisam de oportunidades e de respeito. Com essa caminhada nós, ao longo desses anos, temos colhido bons frutos. Hoje nós já temos piauienses com espectro do autismo formados, já temos pessoas trabalhando”, destacou o gestor.

Políticas públicas

A população com autismo pode contar com o Complexo Daniely Dias, que conta com o Ceir, para a reabilitação na área da saúde e com o Cies, para a inclusão educacional de pessoas com alguma defciiência. O Estado do Piauí também prevê a Política Estadual do Espectro do Autismo, uma legislação que garante direitos para as pessoas com autismo e seus familiares. Dentre os benefícios está a redução de 50% na carga horária de trabalho para pais ou responsáveis por pessoas com autismo, prioridade nos exames para o diagnóstico, para o atendimento educacional e para o tratamento em saúde.

Fonte: Governo do Estado do Piauí