Pedófilo em novela, Tolezani temeu sofrer agressão nas ruas


Uma das cenas mais comentadas da novela “O Outro Lado do Paraíso” reuniu grande parte do elenco da trama das nove, mas teve Flávio Tolezani como protagonista. Na pele de Vinícius, ele assumiu ter abusado da enteada, Laura (Bella Piero) durante o seu julgamento. “Naquele momento ele tirou a máscara, foi o ápice do personagem. No final da gravação eu saí completamente moído, com dor nas costas de tensão”, disse o ator, em entrevista ao “Fantástico” deste domingo (25). E assumiu que após a cena ir ao ar, teve medo de sofrer agressões nas ruas:

“Me deixou apreensivo sim. Isso já aconteceu com outros atores que interpretaram vilões”. Walcyr Carrasco, que já elogiou publicamente a atuação do artista, voltou a falar que Flávio fez um trabalho primoroso. “Como autor me sinto muito realizado e o Flávio também, como ator, por ter feito esse trabalho. Nossa função social existe e é tão bonito a gente cumprir. Que bom que eu estou conseguindo fazer isso. E é um sucesso. O público quer ver, discutir, debater”, comemorou.

Ator conversou sobre pedofilia com filha adolescente

Antes mesmo de começar a gravar a novela, Flávio Tolezani, pai de Ana Clara, uma menina de 13 anos, com quem já foi clicado em um momento em família na praia, conversou com a filha sobre pedofilia. “Nunca tinha abordado esse assunto com ela. Mas ela já tem uma idade ótima pra falar sobre isso e tem uma cabeça ótima também. Foi bom abordar esse assunto”, disse.

Fonte: Terra.com