PMT investe R$ 80 milhões em construção de unidades habitacionais na zona Norte


Uma parceria entre a Prefeitura de Teresina e o Governo Federal, através do Ministério das Cidades, vai possibilitar a construção de 1.022 novas unidades habitacionais no Parque Brasil, zona Norte da capital piauiense. As casas fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida. O investimento é de cerca R$ 80 milhões com recurso da União e contrapartida do município.

Serão construídas 350 casas e 672 apartamentos. Eles serão destinados às famílias que vivem hoje em área de risco dos bairros que integram a segunda fase do Programa Lagoas do Norte.

“Um dos eixos prioritários do Lagoas do Norte é a melhoria habitação, a construção de novos residenciais e a regularização fundiária. Esse novo conjunto habitacional, que será construído através do Minha Casa, Minha Vida, vai atender às famílias que hoje moram em áreas de riscos e que precisam de condições melhor de moradia”, destaca o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Erick Amorim.

Além das unidades habitacionais, o residencial terá também equipamentos públicos e infraestrutura urbana. Serão construídas creches, escolas públicas, praças, campo de futebol, centro e lavanderias comunitárias. Serão feitas também intervenções na área de drenagem, abastecimento de água, esgotamento sanitário, iluminação e pavimentação asfáltica.

“O reassentamento é uma exceção, ocorrendo apenas quando as famílias estão vulneráveis, em áreas de risco. E, para que elas tenham uma moradia digna e em um bom lugar, a administração municipal tem essa preocupação de dotar o residencial de infraestrutura urbana de qualidade. Nossa intenção é que essas famílias tenham uma condição de vida melhor e mais digna. O Programa Lagoas do Norte é para quem precisa”, finaliza.

Há cerca de dois meses, a Caixa Econômica Federal abriu chamamento público para recebimento das propostas. O projeto vencedor está em análise na Caixa e deve atender também às exigências do Banco Mundial. A previsão é que as obras sejam iniciadas no primeiro trimestre de 2018.

 

Fonte: Ascom Prefeitura de Teresina