Estado destina R$ 200 mil para pesquisadores da Uespi


A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), concluiu a liberação de recursos do Edital de Infraestrutura de Pesquisa destinado aos professores da instituição de ensino. O valor total do investimento para os grupos de pesquisa foi de R$ 200.000, divididos para 12 projetos.

pesquisa uespi

O benefício, que teve o objetivo de apoiar a pesquisa no estado, contemplou quase 50 professores das diferentes áreas do conhecimento, dos campus de Teresina, Parnaíba, Floriano, Picos e Uruçuí. Esse é um incentivo que vem fortalecendo a pesquisa na capital e interior.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Nerinho, a iniciativa é fundamental para o desenvolvimento de projetos. “Na Uespi, temos cerca de 300 doutores, portanto, a abertura deste edital proporcionou uma inteligente forma de se investir na pesquisa no estado e dando ao pesquisador autonomia para que ele adquira os equipamentos que são úteis no trabalho dele”, destaca o gestor.

Segundo o superintendente de Ciência e Tecnologia da Sedet, Thiago Carvalho, a ação que contemplou várias áreas do conhecimento, é considerada pioneira no Piauí. Foram convocados consultores ad hoc de outras universidades brasileiras para realização da avaliação desse edital. “A ideia foi selecionar o que existe de melhor nos projetos apresentados, por isso o cuidado em cada etapa. Ficamos gratos em promover ações que ajudam na valorização da pesquisa no estado”, ressalta o superintendente.

Para a pesquisadora Josiane Araújo, contemplada no Campus da Uespi de Floriano, a abertura do edital é estratégica para o fortalecimento de diversos projetos. “Acredito que esse tipo de iniciativa deve ser mantida, com novos editais. Isso tem um impacto muito positivo e vai beneficiar não apenas os grupos que estão realizando essas pesquisas, mas também a comunidade acadêmica e a população em geral”, avalia Josiane.

 

Fonte: CCom Piauí