Funcionários colocam cartazes em UBS após quatro assaltos seguidos


Funcionários e pacientes da Unidade Básica de Saúde José Ribeiro Carvalho, antigo Centro de Saúde Cidade Verde, localizado no bairro Mafuá, zona Norte de Teresina, estão amedrontados com a violência que atinge a UBS. Nesta manhã(25), funcionários colaram cartazes na porta do local informando que já foram roubados quatro vezes em seis meses.

ubs

Na placa, eles denunciam que já foram levados três computadores, três ventiladores, três televisões novas, botijão de gás, desteirador, material odontológico, aparelhos de pressão arterial e de glicemia e pedem “segurança urgente”.

A vendedora Paula Aquino frequenta a unidade para  consultas e fazer exames e conta que mesmo sendo recém-inaugurado, já está bastante danificado pela ação dos bandidos.

“Fizeram uma reforma e entregaram tudo novinho, mas estão destruindo o prédio todo. Os ventiladores de teto que não conseguem levar, eles quebram as hélices e os pacientes esperam no calor”, declarou a vendedora.

Ela disse que a rua onde fica a UBS é isolada e que nunca viu um vigia no local. “Pode até ser que tenha vigilante, mas ele deve ficar trancado para não se arriscar, porque não tem como fazer nada”, afirmou a paciente.

Segundo Paula, o medo de assalto é constante. “Já fui uma hora da tarde e toda hora ficamos olhando a porta com medo de alguém entrar para roubar, porque é muito deserto e temos medo de fazerem um arrastão”, revela.

 

Em nota, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que já tomou as providências cabíveis sobre os constantes assaltos à UBS, ao registrar boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial (Centro de Teresina). E informou que os órgãos de segurança já foram informados sobre a violência que atinge as unidades de saúde do município. A FMS afirma ainda que tem se preocupado em oferecer serviços de saúde com a qualidade e agilidade e que a segurança é uma questão complexa que envolve todas as esferas do governo.

NOTA SEGURANÇA

A Fundação Municipal de Saúde está ciente do furto à UBS José Ribeiro Carvalho. A coordenação da referida unidade já tomou as providências cabíveis, registrando Boletim de Ocorrência no 1º Distrito Policial.  

Órgãos da saúde e segurança já tiveram reuniões para garantir o bem-estar dos usuários dos hospitais e unidades básicas de saúde do município. Estiveram presentes na conversa representantes da FMS, da Secretaria de Estado da Segurança Pública, da Polícia Militar, da Assistência Militar da Prefeitura de Teresina e diretores de unidades de saúde. Vários encaminhamentos foram feitos na busca de melhorar a segurança dos servidores municipais e da população, que deve ser cuidada e protegida. 

A FMS está à disposição e tem se preocupado em oferecer serviços de saúde com qualidade e agilidade. Por isso realiza reuniões sistemáticas com gestores, população e os setores envolvidos com a saúde pública. A Fundação de Saúde expressa ainda estar a par que a segurança pública é uma abordagem complexa. Precisam-se compreender as causas dela. É preciso a união de todas as esferas do poder público.