Jon Jones é flagrado novamente em exame antidoping e UFC recebe notificação


O lutador norte-americano Jon Jones voltou a ficar em situação bastante delicada no UFC. Campeão dos meio-pesados, ele testou positivo para esteroides em exame realizado antes de sua luta contra Daniel Cormier, que valia pelo cinturão, no UFC 124, em julho deste ano. Na ocasião, o atleta venceu por nocaute.

 

“O UFC foi notificado nesta terça-feira que a USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos, na sigla em inglês) informou Jon Jones sobre uma possível violação da política antidopagem derivada de uma amostra coletada após a sua pesagem em 28 de julho de 2017. Informações adicionais serão fornecidas no momento apropriado à medida em que o processo avançar”, disse o UFC em nota.

O site TMZ Sports foi quem divulgou a informação pela primeira vez nesta terça-feira e a notícia caiu como uma bomba no mundo das lutas, até porque Jon Jones é reincidente. Em 2015, seu exame deu positivo por uso de cocaína. No ano seguinte, ele foi suspenso por um ano por testar positivo para clomifeno.

Segundo o site MMA Fighting, o lutador ficou desolado com a notícia e está recebendo apoio de sua equipe, que ainda tenta entender como ocorreu. O UFC vai esperar que todo processo seja realizado, mas a chance de Jon Jones perder o cinturão dos meio-pesados é bem grande e não se sabe o que será de seu futuro no octógono.

 

Fonte: Cidadeverde.com