Dado Dolabella é preso por dever R$ 196 mil de pensão


Dado Dolabella foi preso, no começo da tarde desta quinta-feira (17), por dever aproximadamente R$ 200 mil de pensão alimentícia ao filho Eduardo Neves Dolabella, fruto do seu relacionamento com Fabiana Vasconcelos Neves. O ator foi encaminhado à 11ª DP (Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro) ao deixar seu apartamento em Copacabana, na mesma região da cidade. Essa não é a primeira vez que o filho de Pepita Rodrigues se envolve em polêmica. Em fevereiro passado, Dado teve um carro de R$ 80 mil penhorado por não pagar o aluguel de uma cobertura.

dado
Dado Dolabella, com dívida de quase R$ 200 mil de pensão alimentícia, foi preso na tarde desta quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Logo de manhã, a polícia procurou pelo vencedor da primeira temporada de “A Fazenda” (2009) em seu imóvel, mas ninguém atendeu. Os agentes ficaram no local das 9h até as 13h. Ao achar que os policias tinham ido embora, o ex-marido de Juliana Wolter, de quem se separou em dezembro de 2015, saiu do apartamento e acabou detido. De acordo com o colunista Leo Dias, do programa “Fofocalizando” (SBT), Dado deve R$ 196.397,54, referente ao não pagamento de 6 anos e meio de pensão, idade do filho nascido em novembro de 2010. O ator, longe da TV desde a novela “Vitória” (2014) quando se envolveu em suposta briga com produtor da Record, não ofereceu resistência à prisão e chegou à delegacia por volta das 14h.

Em conversa com a imprensa, o filho de Carlos Eduardo Dolabella (morto em 2003) afirmou que paga pensão aos filhos – ele também é pai de João (fruto do seu casamento com Viviane Sarahyba) e de Ana Flor (do casamento com Juliana). “Meus filhos são sempre prioridade na minha vida”, garantiu ele. O ator deverá ser encaminhado para algum presídio caso não pague a pensão nesta quinta-feira, porque a legislação impede presos de dormirem em delegacia. “Na verdade isso é uma coisa que é um processo, que está em curso e já foi pedido um revisional. Esse valor que inclusive está sendo pedido no processo é de acordo com um contrato que eu recebia um salário por mês, que não existe mais, então, isso aí está sendo revisto”, acrescentou Dado, cujo salário na Record era de R$ 50 mil na época de sua demissão.

Fonte: Terra.com