Teatro do Boi completa 30 anos com noite emocionante


Em uma noite com belíssimas apresentações, o Teatro do Boi comemorou 30 anos na noite desta terça-feira (15). A comemoração faz parte do calendário festivo do aniversário da cidade, que este ano comemora 165 anos.

teatro do boi 1

“O Teatro do Boi se transformou em uma referência, especialmente pra zona Norte de Teresina.  é um espaço aberto para a população e, também,  para qualificação dos nossos novos talentos. É uma alegria ter uma casa como essa com uma geração de vida”, afirmou o prefeito Firmino Filho

Durante a comemoração, a direção do Teatro homenageou servidores e colaboradores que contribuem para as ações realizadas no local. O prefeito Firmino Filho e demais funcionários, como Vilmar Borges, que é agente de portaria da Casa desde a sua inauguração, foram agraciados com a homenagem, que foi entregue pelos alunos do corpo de balé do Teatro do Boi.

Na programação, membros da Orquestra de Violões de Teresina se uniram aos alunos da oficina de música do Teatro, e abriram a noite com uma linda apresentação, que tocou músicas como Asa Branca e Canto de Ossanha, de Vinícius de Moraes e  Baden Powell.

Outro ponto alto da noite foi a apresentação do corpo de baile do Teatro com o espetáculo “Renascimento do Boi”. A mistura de cores e dos movimentos impecáveis executados pelos garotos e garotas do curso deram um tom ainda mais emocionante à noite.

Sobre o Teatro do Boi e as mulheres

Desde dos anos 80, precisamente 15 de agosto de 1987 o matadouro público municipal de Teresina deu lugar a um espaço para ser cultivada a cultura popular, nomeado como CIARTE – Centro Integrado de Artes. No começo um grupo de mulheres, envolvendo diretoria, tesouraria e artistas se uniram a Sidh Ribeiro para a formação do Balé da Cidade, conhecido como a Menina dos Olhos de Teresina por muitos anos.

Bailarina e fundadora ainda como 1ª oficina de balé a professora Ivoneide Silva Ribeiro assumiu em 1990 a turma de bailarinos. No ano seguinte Sidh se uniu a ela e em 1992 foi criado o Balé Experimental do Teatro do Boi, para que em 1993, oficialmente fosse criado o Balé da Cidade de Teresina. Em uma direção compartilhada Sidh, afirma que durante anos esteve ao lado de grande mulheres e que elas tinham uma força gigantesca na hora de tomar decisões para melhorar a cultura da cidade. “Estive rodeado de grande mulheres em todo período que trabalhei com cultura. Naquela época, quatro grandes nomes fizeram a diferença na Fundação Cultural proporcionando a sociedade momentos únicos”, disse.

Ainda segundo o artista, além de Ivoneide Silva, ganhadora de mais de 200 prêmios, estiveram a frente da cultura Vilma Teles, no setor financeiro, Amália Teles como superintendente da FCMC e Eugenia Ferraz, como presidente da FCMC.

O balé foi o carro chefe do CIARTE, diversas carreiras foram iniciadas e aprimoradas nos palcos do local cultural, possibilitando outras oficinas como de teatro, dança, música, memória de bumba-meu-boi, biblioteca comunitária, festivais de cultura popular e de teatro.

Entre os anos 2001 e 2004 foi projetado o programa Lagoas do Norte pelo atual prefeito Firmino Filho e incluído a reforma do teatro. Em 12 de junho de 2012, ganhou melhor estrutura e foi reaberto oficialmente ao público com o atual nome de Teatro do Boi. Atualmente, o local é dirigido pela produtora cultural Ana Teresa Lopes e se tornou referência em produção e disseminação de cultura popular na cidade.

O teatro oferece diversas oficinas como: teatro, danças, artes plásticas, música, corte e costura, capoeira, além de exposições, festivais e eventos variados possibilitando vida cultural não só a região norte da cidade como a cultura do município.

Fonte: Ascom Prefeitura de Teresina