Governo abre licitação de PPP para expansão da banda larga no Piauí


A Agência de Tecnologia da Informação (ATI) abriu licitação para a implementação de ações do programa Piauí Conectado, que incluem a construção, operação e manutenção de infraestrutura de transporte de dados, voz e imagem para o Governo do Estado. A expectativa do órgão é de que a empresa vencedora seja contratada até o fim deste ano e os investimentos girem em torno de R$ 230 milhões na expansão da internet banda larga no estado.

A licitação foi aberta por intermédio da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (Seadprev) e Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), quem ainda em fevereiro abriu consulta pública para discutir a Parceria Público Privada (PPP). A ideia é expandir o programa Piauí Conectado, que já oferece pontos de internet gratuita em Teresina e outros oito municípios.

A intenção do Governo do Estado é expandir a rede de dados com uso de 5 mil quilômetros de fibra óptica para 96 municípios, que concentram 82% da população do Piauí, e usar estrutura complementar nas demais cidades. A meta é levar a rede de dados a todo o Piauí até o fim de 2019.

O processo envolve ainda serviços associados ao transporte de dados para o Governo, que pretende melhorar a conectividade de internet em hospitais, escolas, universidades, delegacias e outros polos de serviço do Estado.

A abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas no processo licitatório está marcada para 16 de outubro.

A licitação foi precedida de estudo técnico que indicou a necessidade de R$ 188,3 milhões para investimentos iniciais que possam “dotar o estado de infraestrutura de transporte de dados capaz de atender de forma adequada à administração pública no desenvolvimento de suas funções institucionais, sobretudo na melhoria do atendimento à população na oferta de serviços públicos”, diz a justificativa para celebração da PPP.

 

Fonte: Cidadeverde.com