“Servidores que não atualizarem cadastro terão os contracheques retidos’, diz secretário


Os gastos do estado e os custos dos servidores estão sob a mira do governo do Piauí, que está analisando de forma estreita os dados do recadastramento iniciado em 22 de junho. Há uma preocupação do governo em relação a 7 mil servidores que não respeitaram o prazo de recadastramento. De acordo com o secretário estadual de administração Franzé Silva, os servidores que não atualizarem suas informações no prazo terão o contracheque retido.

Reprodução Google
Reprodução Google

“Estabelecemos o processo pelo nascimento do servidor, estamos agora cadastrando quem nasceu em abril, maio e junho. Eles tem até o dia 22 de agosto para fazer sua atualização da base cadastral totalmente online”, explicou o secretário de administração. Segundo ele, o recadastramento tem a finalidade de oferecer sustentabilidade jurídica para a folha de pagamento.

Franzé Silva esclareceu ainda que os servidores nascidos de janeiro a março ainda podem realizar o cadastro. “No final do processo, caso não tenha feito a atualização, o servidor terá seu contracheque retido e deverá comparecer pessoalmente à Secretaria de Administração para liberá-lo”, disse.

A atualização de cadastro deve ser feita por meio do site www.atualizacao2017.pi.gov.br ou através do app ‘Piauí na palma da mão’, disponível nas lojas de aplicativos para smartphones.

Fonte: G1.com Piauí