Primeira noite da Ópera Serra da Capivara encanta público no anfiteatro da Pedra Furada


Projeções encantadoras na Pedra Furada, boa música e uma natureza exuberante: estes foram alguns dos elementos que marcaram a primeira noite da Ópera Serra da Capivara, evento realizado no anfiteatro da Pedra Furada, coração do Parque Nacional da Serra da CapivaraA ópera iniciou nesta quinta-feira (27) e segue com programação até sábado (29).

O governador Wellington Dias participou da primeira noite do espetáculo que é realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur). O chefe do Executivo estadual destacou a importância do evento para a propagação da cultura. “Talvez eu falando não dê para compreender. Mas o Piauí recebe pessoas de outros estados e até de outros países. Uma apresentação que eleva o patamar de qualidade dos grandes eventos. Um evento a céu aberto com temperatura agradabilíssima, com artistas de São Raimundo Nonato, da nossa escola de balé, artistas do Brasil e do mundo. E o mais importante, ao lado de um patrimônio da humanidade, a Pedra Furada. Com um público de mais de mil pessoas por noite, a iniciativa vai ter todo o nosso apoio também para o próximo ano”, disse Dias.

Para o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo, o evento já nasce com um grande potencial. “A ópera já nasceu grande e não tem mais volta, pois eu acredito que as pessoas que estiveram no primeiro dia constataram a qualidade dos espetáculos que foram apresentados aqui. As pessoas que aqui estiveram e que apreciam arte sabem que o que tivemos aqui foi um espetáculo de padrão internacional”, comenta o gestor.

Além dos artistas convidados, o festival apresentou dois distintivos especiais: um deles é a utilização da majestosa cortina de pedra como o cenário natural e o outro, refere-se à iluminação da Pedra Furada que, por meio do recurso tecnológico do vídeo mapping, a transformou numa espécie de grande tela de cinema onde foram projetadas imagens relacionadas à temática da noite.

A organizadora do evento, Sádia Castro, ressalta a qualidade da ópera. “Tem valido muito a pena, o público está entrosado com os artistas e eles emocionados por estarem se apresentando em um lugar como este. Eu acredito que está lindo para todos que aqui estão, queremos marcar a volta dos bons festivais na Pedra Furada”, destacou Sádia.

“Eu não sei como descrever a minha emoção, de quem projetou e fez tudo isso acontecer. E eu também não canso de agradecer ao governador Wellington Dias que, quando apresentamos o projeto, ele logo abraçou a ideia. E ao secretário Fábio Novo e o secretário do Turismo que muito nos ajudaram, além da embaixadora da Serra da Capivara, nossa vice-governadora Margarete Coelho”, conta a prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro.

A vice-governadora Margarete Coelho ressaltou a beleza do evento. “A Ópera da Serra da Capivara é um espetáculo fantástico, até nós que participamos da organização nos surpreendemos. Está muito mais bonito do que a gente planejou, a plateia fazendo a parte dela de pé, arrepiada. A Pedra Furada com projeções lindas, um espetáculo como nunca tínhamos visto antes”, disse Margarete, destacando que, além de encantar o público, o festival tem proporcionado o desenvolvimento da economia, pois muitos hotéis e pousadas estão com lotação máxima.

O secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira, afirma que a Ópera da Serra da Capivara superou as expectativas. “O evento superou nossas expectativas, trouxe muitas pessoas para a cidade e todos puderam conferir o que temos de melhor, que é a receptividade”, disse o gestor.

Para a estudante Amanda Alves, o evento está belíssimo. “Um encontro como este na Serra da Capivara, na Pedra Furada, é muito lindo. O evento está com lotação máxima e o público está adorando”, comentou Amanda.

Programação:

28 de julho (sexta-feira) – Noite do Hombu

19h Ato ancestral, O espetáculo

19h50 A orquestra mirim Acordes do Campestre – São Raimundo Nonato

20h20 Bossa na Pedra: uma homenagem a João Gilberto – Veikko von Furstenrencht – Suécia/Teresina

21h10 Quartchêto – RS

22h10 Casuarina – RJ

29 de julho (sábado) – Noite do Desfiladeiro da Capivara

19h Ato Ancestral – O espetáculo

19h50 A dança do vaqueiro – Grupo Cultural Brilho do Sol- São Raimundo Nonato

20h40 Orquestra sinfônica de Teresina – Cantata Gonzaguiana

22h Chico Terto – Para além das estrelas – Paris/Teresina

23h Encerramento: Nikolas Krassik – França/Rio de Janeiro

CCom