Rota das Emoções vai ganhar investimentos em trilhas off road e esportes aquáticos


O governador Wellington Dias e a vice-governadora Margarete Coelho trataram sobre o turismo no litoral do Piauí, em Brasília. Reunidos com executivos da canadense Bombardier, da Tropical Trading Importação e Exportação, e também com a BRP Brasil, o Governo do Estado busca parcerias com empresários para o fortalecimento da Rota das Emoções, consórcio turístico interestadual que reúne cidades do Piauí, Maranhão e Ceará.

Os projetos buscam desenvolver novos negócios na área do esporte aquático e das trilhas off-road, que devem ser projetados ainda em 2017. A reunião com empresários é fruto da recente agenda de Dias ao Canadá, onde se reuniu com o consulado brasileiro e empresários canadenses. “Nosso objetivo é que o Brasil entre na nova vertente do sistema de trilhas, onde nesse instante, essa área da Rota da Emoções tem potencial para ser a primeira mais organizada do Brasil”, revelou o governador Wellington.

A região da Rota percorre municípios cearenses como Jericoacoara e Camocim, e os piauienses como Cajueiro da Praia, Luís Correia, Parnaíba e Ilha Grande, que se somam aos da região dos Lençóis Maranhenses. O intuito do governo e dos empresários é fornecer trilhas separadas, adequadas para trânsito de quadriciclos e triciclos para atrair turistas do Brasil e do mundo.

O empresário Fernando Alves, representante da BRP Brasil, diz não ter dúvidas do potencial turístico internacional da Rota das Emoções. “A gente acredita que tem um potencial enorme, de uma forma sustentável e percorrendo os três estados. O Wellington tem uma visão importante e ele está aberto a dar o apoio necessário a esse projeto que tem tudo para contribuir para o crescimento da região”, afirmou

Para a vice-governadora do Piauí, o trecho do litoral do Nordeste brasileiro tem grandes possibilidades de desenvolver as três regiões através do turismo de aventura e do turismo ecológico, com várias modalidades de lazer e de estudo.

“Ali nós temos o peixe-boi, o cavalo marinho que são encontrados naquela região. São muitas atividades esportivas que podem ser produzidas ali. Temos ali a prática do kitesurf e também podemos ver as trilhas off road, que é exatamente o que a Bombardier veio oferecer, eles são fabricantes de veículos off road e também de veículos aquáticos. Então foi uma conversa extremamente proveitosa. O que ouvimos da Bombardie é que a rota está praticamente pronta, é uma rota muito clara de se perceber e com a possibilidade de se chegar até a Serra da Capivara com uma outra proposta de atividades”, informou Margarete.

O grupo de empresários fez um balanço positivo da reunião, que apontou para a apresentação de projetos de implantação ainda neste ano. “Acredito que estamos muito alinhados com os nossos objetivos. Estamos prontos para trabalhar juntos e trazer mais emoções para os brasileiros e até para gente de outros países que certamente virão para a região nordeste do Brasil se divertir nos nossos veículos e curtir o melhor das férias no nordeste”, avaliou o representante da Bombardier no Brasil.

 

CCom