25 municípios do Piauí estão em situação de emergência


Vinte e cinco municípios do Piauí tiveram situação de emergência reconhecida pelo governo federal, nesta terça-feira (25). As cidades atingidas pela medida ficam no Semiárido piauiense, especificamente nos territórios Serra da Capivara, Vale do Canindé, Vale do Guaribas e Vale dos Rios Piauí e Itaueira. A emergência desses municípios já tinha sido decretada pelo Governo do Estado no início do mês devido ao período de estiagem prolongado que atinge essas regiões.

Com o reconhecimento, recursos federais poderão ser usados pela Secretaria de Estado da Defesa Civil (Sedec) e pelas prefeituras em ações emergenciais de abastecimento.

A medida também permite que pequenos agricultores tenham acesso a programas como o Bolsa Safra e Bolsa Estiagem, além de facilitar a renegociação de dívidas junto aos bancos públicos.

Ao longo dos últimos anos, o Governo do Estado vem investimento em ações que visam amenizar os efeitos da estiagem como a perfuração de poços, construção de reservatórios, limpeza e recuperação de barragens, além da construção de sistemas de abastecimento de água.

“Estamos fazendo o possível para diminuir os efeitos da estiagem nos municípios piauienses. Temos intensificado ações para garantir a captação, o armazenamento, bem como a distribuição da água e, assim, diminuir os efeitos da seca que se prolonga por sete anos”, disse o secretário de Estado da Defesa Civil, Hélio Isaías.

Municípios com situação de emergência reconhecida pelo governo federal

Anísio de Abreu, Aroeira do Itaim, Assunção, Avelino Lopes, Brejo do Piauí, Campinas do Piauí, Caracol, Conceição do Canindé, Curimatá, Dom Expedito Lopes, Floresta do Piauí, Itainópolis, João Costa, Júlio Borges, Monsenhor Hipólito, Patos do Piauí, Paulistana, Pedro Laurentino, Pimenteiras, Santo Inácio do Piauí, Santana do Piauí, São João do Piauí, São Miguel do Tapuio, Simplício Mendes e Vera Mendes.

 

CCom