Comunidades de matrizes africanas são beneficiadas com máquinas para montar ateliês


A geração de renda através da economia solidária tem recebido cada vez mais atenção da Prefeitura de Teresina. Nesta quarta-feira (19), o prefeito Firmino Filho entregou os kits de máquinas de costura do projeto Sustentabilidade de Comunidades Tradicionais de Matrizes Africanas aos grupos contemplados. Ao todo, 20 comunidades serão beneficiadas.

“É uma alegria ver esse projeto acontecendo e saber que ele tem o objetivo de dar oportunidades que vão além da questão cultural, indo para o lado econômico para as pessoas das comunidades tradicionais. É um projeto sábio que abre um leque de opções”, destacou o prefeito.

O Projeto é fruto de uma parceria entre o município, através da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), e a Fundação Banco do Brasil (FBB), que busca criar ateliês de costuras dentro das comunidades e, a partir daí, ser iniciado um trabalho focado na geração de renda.

Na oportunidade, também foi realizada a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Semest e a Fundação Wall Ferraz para que sejam ofertados os cursos de capacitação de bordados e corte e costura ao público contemplado com as máquinas. Os kits de equipamentos para ateliê são formados por duas máquinas semi-industriais costura reta e zig zag, uma máquina de costura overloque, uma máquina de costura comum com pedal elétrico, uma máquina de bordado eletrônico e uma mesa de corte e costura.

“A Prefeitura de Teresina tem sempre esse cuidado com as pessoas, isso é algo que podemos destacar. Esse projeto vai gerar renda para as comunidades, através desses kits que estão sendo entregues. Esse é o começo para um grande empreendimento. Um sonho que carrego comigo, que sei que será realizado, é transformar Teresina em uma grande capital empreendedora do nosso país. Acredito que estamos no caminho certo”, destacou Ricardo Bandeira, secretário municipal de Economia Solidária.

Participaram da solenidade os representantes da Fundação Banco do Brasil, a senadora Regina Sousa, gestores da Fundação Wall Ferraz, da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Fundação Cultural Monsenhor Chaves e Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres.

 

Ascom