Operação anticorrupção prende presidente da Federação Espanhola de Futebol


Guarda Civil prendeu na manhã desta terça-feira (18) o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Angel Maria Villar, durante operação anticorrupção.

O filho dele, Gorka, Juan Padrón (vice-presidente financeiro da federação) e mais duas pessoas também foram detidas, de acordo com a agência Deutsche Welle.

Os detidos são acusados dos crimes de administração desleal, apropriação indébita, corrupção, falsificação de documentos, entre outros, todos relacionados à organização de partidas internacionais.

A suspeita é de que eles tenham obtido vantagens pessoais, por meio de diversas empresas, e em prejuízo da federação, com a organização dos jogos.

Villar, de 67 anos, foi reeleito presidente da federação em maio, pela 8ª vez consecutiva, para iniciar outro mandato de quatro anos depois de não encontrar oposição e sem necessidade de uma eleição, segundo a Deutsche Welle. Ele comanda o futebol espanhol desde 1988.

Fonte: G1