Um dos maiores icebergs da história acaba de se desprender; entenda as consequências


Um gigantesco bloco de gelo de 5,8 mil quilômetros e trilhões de toneladas se desprendeu de um segmento da Antártida e agora está à deriva no Mar de Weddell, criando assim um dos maiores icebergs que se tem notícia. O ocorrido se deu nos últimos dias, e altera significativamente o mapa do continente gelado, reduzindo a plataforma de gelo Larsen C, da onde o bloco se desprendeu, em 10 por cento.

Essa ruptura não possui necessariamente conexão com efeitos de mudanças climáticas no planeta, visto que o ciclo natural da Antártida inclui tal processo (anualmente blocos se separam e depois a plataforma se refaz, reiniciando o ciclo). Nem o novo iceberg alterará o nível dos mares, garantem os cientistas – o problema pode estar no efeito da ruptura sobre a plataforma Larsen C.

Nos últimos anos, outras duas plataformas – A Larsen A e B – desapareceram por conta de instabilidades em suas estruturas geradas por grandes rompimentos, como o ocorrido recentemente. Esse processo sim, aconteceu devido ao recuo das plataformas provocado pelo aquecimento global. Se ocorrer com a Larsen C, tal fenômeno, ainda que leve décadas para se concluir, pode atingir as camadas de gelo sobre a terra – e essas, derretidas, podem sim impactar no nível dos mares.

Monitorar as atividades no complexo sistema natural da Antártida não é simples, e é por isso que o ocorrido está atraindo tanta atenção da comunidade científica. O degelo dos blocos sobre a terra no continente podem vir a elevar o nível dos mares em até 6 metros. Enquanto alguns poderosos e empresários seguem teatralmente questionando ou pouco se importando com os efeitos da ação humana sobre o planeta, a natureza nos oferece, dia após dia, os resultados concretos de tais excessos – cabe a nós escuta-la ou não.

© fotos: divulgação

 

Fonte: Hypeness