Terminais de integração da zona Leste deverão ficar prontos até o fim de 2018


O projeto de construção dos terminais de integração do transporte público de Teresina entra na sua última etapa, com as obras que estão sendo erguidas na zona Leste. O terminal localizado na avenida Presidente Kennedy está andando de forma célere, com as estruturas da cobertura já sendo quase totalmente instaladas. O prefeito Firmino Filho esteve no local na última quinta-feira (06) verificando o trabalho.
“A zona Leste é a última a ser integrada no sistema. Ela vai ter todo seu processo concluído no final de 2018. A zona Sudeste deverá ser integrada até setembro, com a finalização dos corredores. A zona Sul deverá se integrar no final deste ano, com a conclusão do terminal do Parque Piauí. A zona Norte em julho do ano que vem”, explicou Firmino Filho.
O outro terminal será construído na confluência das avenidas Jânio Quadros e Horácio Ribeiro, em frente a Vila Amazônia. O terreno é de propriedade privada e está em fase de desapropriação.
Em cada uma das quatro regiões, paralelo a construção dos terminais, a Prefeitura trabalha nas obras dos corredores e faixas exclusivas para os ônibus. “Os corredores da Kennedy e João XXIII estão andando bem. Na sequência vamos ter o asfaltamento das linhas alimentadoras dessa região”, comentou o prefeito.
As principais vias da cidade já estão recebendo ações para modificar o trânsito. A finalidade é que elas possam servir primordialmente ao transporte coletivo. Uma das principais ações é a retirada dos estacionamentos do lado direito dessas vias.
“Um exemplo mais recente é a Avenida Principal do Dirceu, que é muito congestionada, é estreita e para que ela seja convertida em corredor de ônibus ela precisa perder estacionamento. Esses estacionamentos vão ser deslocados da avenida para as ruas marginais, laterais. Isso vai aumentar tanto a fluidez do transporte coletivo como também a quantidade de pessoas que utilizando o transporte coletivo frequentam a avenida. A saída do estacionamento, com certeza, vai alavancar o comércio da região, vai melhorar o desempenho econômico”, destaca.
As linhas que terão como destino o centro da cidade permanecerão desembarcando passageiros nos pontos que já são conhecidos da população: Praça Saraiva, Praça João Luís, Praça do Fripisa e Praça Marechal Deodoro. Outras linhas farão a ligação entre terminais, percorrendo duas ou mais regiões da cidade. “Essas vias terão um tratamento, assim como o acesso dessas vias até o centro. Para isso vamos aumentar a quantidade de calçadões, a quantidade de tráfego calmo nos espaços públicos que acolhem essas linhas”, finaliza o prefeito.

 

Ascom