Estudo sugere que smartphones reduzem o poder do cérebro mesmo quando estão desligados


Basta ter um smartphone por perto que a nossa atenção parece diminuir. Embora isso seja quase um consenso quando estamos usando o aparelho, cientistas acabam de descobrir que o problema se repete mesmo quando mantemos o celular desligado.

Calma, não precisa jogar o smartphone pela janela e se mudar para as montanhas. Basta colocá-lo em outro cômodo – e deixar o aparelho desligado ou no modo silencioso.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores da McCombs School of Business da Universidade do Texas fizeram um experimento com cerca de 800 usuários de smartphones. A experiência era simples e consistia em indicar que os examinados escolhessem entre deixar o celular na mesa com a face virada para baixo, no bolso, na mochila ou em outra sala. Todos os aparelhos deveriam ficar no modo silencioso enquanto as cobaias realizavam testes que mediam suas capacidades cognitivas.

Foto: Kim S. Ly/Foto destaque: Bram Naus

Os resultados de quem escolheu deixar o aparelho em outro cômodo foram incrivelmente melhores do que os dos outros usuários.

Um novo experimento selecionou quais pessoas deveriam deixar o smartphone em outra sala e quais delas deveriam mantê-los no bolso, mochila ou na mesa. Desta vez, eles foram instruídos a desligar o telefone.

Adivinhe o que aconteceu? O resultado encontrado no primeiro teste se repetiu.

Então será que nossos smartphones estão nos deixando mais burros? Para os cientistas, não se trata disso, mas do fato de que a mera possibilidade de acessar o dispositivo, ainda que desligado, já ocuparia parte de nossa atenção. Como não conseguiam se concentrar tão bem por ter o celular pertinho na hora do exame, as pessoas acabavam apresentando um desempenho pior do que aqueles que haviam deixado o aparelho em outra sala. As informações são do The Plaid Zebra.

 

Fonte: Hypeness