Contra a obesidade, mulher cria método, perde 24kg e emagrece 7500 pessoas


Tentando resolver um problema pessoal, ela encontrou mais do que a solução, encontrou uma nova vida. Essa é a história de Edivana Poltronieri. Fisioterapeuta dermato-funcional, ela estava obesa e com a mobilidade reduzida há cerca de dois anos. Com dificuldade para cuidar das filhas, decidiu que era hora de fazer alguma coisa por si mesma. Mas de tanto tentar, em vão, dietas e mais dietas e certa de que não queria se submeter a uma cirurgia bariátrica, começou a estudar a obesidade. E de um artigo sobre inflamação do hipotálamo (região do encéfalo que tem como função regular determinados processos metabólicos) surgiu o método que mudaria sua vida e, em seguida, a de mais de 7.500 pessoas.

– Já tinha tentado de tudo. Sempre emagrecia e engordava novamente. Até que estava fazendo pós-graduação em obesidade e emagrecimento e caiu na minha mão um artigo sobre inflamação do hipotálamo. Ele dizia que as células inflamam causando a morte de neurônios e que ele é responsável por todos os comandos de fome, sede, apetite e saciedade. Uma maneira de desinflamá-lo seria através do Ômega 3 e 9. Aí comecei a montar um cardápio anti-inflamatório para mim e a tomar vitaminas. Chamei uns amigos para me supervisionar. Mandava fotos do almoço e jantar todos os dias e a pesagem de manhã. Na segunda semana já tinha perdido 8kg. Os amigos se empolgaram – contou.

Edivana antes e depois do processo de emagrecimento (Foto: Eu Atleta)

Edivana antes e depois do processo de emagrecimento (Foto: Eu Atleta)

E os amigos foram chamando outros e, de repente, um grupo de 40 pessoas seguia as orientações de Edivana, que contou com a ajuda de uma amiga nutricionista neste início. Em 90 dias, todos eles, inclusive ela, tinham emagrecido de forma saudável com a comprovação de exames laboratoriais e de bioimpedância. Com 24kg a menos, a capixaba tinha um negócio em suas mãos e o batizou de “Método 5S”. Hoje, dois anos depois, ela formou profissionais, licenciou a marca e abriu franquias por todo o país.

Mas o que é o Método 5S?

Segundo a criadora, a resposta é simples. São cinco estratégias que foram pensadas para ajudar tanto na perda como na manutenção do peso.

1. Parte alimentar: a pessoa recebe a orientação de eliminar os carboidratos ruins e manter os bons. Não existe um cardápio, existe informação nutricional.

2. Produto ortomolecular: é um composto emagrecedor desenvolvido e comercializado em parceria com um laboratório.

3. Composto de Ômega 3 e 9: produto importado por ela para fazer a desinflamação do hipotálamo. Inflamado, o hipotálamo não envia os sinais de saciedade ao organismo e, por isso, os obesos comem compulsivamente. “Esse é nosso diferencial”, garante.

4. Estética: parte feita nas clínicas com protocolos para estimular o metabolismo através da termogênese.

5. Acompanhamento humanizado: “Não deixamos o paciente desanimar, trocando experiências. Esse suporte, que era feito por troca de mensagens, agora é feito pelo aplicativo por psicólogos, educadores físicos. Eles recebem desafios diários dentro desse grupo para estimulá-los”.

Como funciona o programa?

Edivana explica que ao procurar uma clínica licenciada a pessoa marca uma consulta onde vai contar sua história. A partir daí vai receber todos os produtos e orientações. O período mínimo para o tratamento é de 90 dias, que é o tempo que ela julga necessário para as três fases: perda de peso, reeducação e manutenção.

A fisioterapeuta é o modelo para seus clientes. Nunca mais voltou a engordar, e apresenta números surpreendentes para provar que seu método, que hoje é controlado por uma equipe multidisciplinar, funciona. Segundo ela, os mais de 7.500 pacientes que já passaram pelo programa, juntos, perderam mais de 100 toneladas.

– Nosso foco é trazer qualidade de vida. Eles têm deixado de usar medicamentos… O método cumpre a missão de resgatar qualidade de vida da população, emagrecer é qualidade de vida – afirmou ela, com propriedade.

Casal perdeu quase 50kg juntos com o Método 5S (Foto: Eu Atleta)

Casal perdeu quase 50kg juntos com o Método 5S (Foto: Eu Atleta)

Além da própria Edivana, muita gente mudou de vida com o 5S. O casal Antônio e Aurea Uchoa é mais um exemplo. Tudo começou com Aurea, que conheceu o método em uma clínica de estética. Na primeira consulta, levou o marido como acompanhante. Os dois, então com sobrepeso, saíram de lá prontos para mergulhar de cabeça no projeto. O resultado foi surpreendente. Em três meses, os dois, juntos, já tinham perdido quase 50kg. Hoje, oito meses depois, ela segue com menos 22kg, e Antônio, com menos 27kg.

– Nossa vida mudou. Somos outras pessoas. Temos muito mais disposição, nossa relação se fortaleceu ainda mais. A Aurea, que era pré-diabética, hoje não precisa mais tomar remédio, e isso graças a nosso novo estilo de vida – comemorou Antônio.

Opinião do especialista

Consultado pelo Eu Atleta, o médico Guilherme Renke explicou como funciona o hipotálamo.

– No hipotálamo temos o controle do apetite que é mediado pela via da pró-opio melanocortina (POMC) que é anorexígena (diminui o apetite) e a via do peptídeo relacionado ao gene agouti (AgRP), que faz o contrário, ou seja é orexígena (aumenta o apetite). Esse sistema compõem o nosso “set-point metabólico”, e é influenciado por vários hormônios e peptídeos que podem aumentar ou diminuir o apetite. Por exemplo, quando estamos com fome liberamos um hormônio no estômago chamado Ghrelina, que no hipotálamo estimula o apetite.

O médico não acredita em reprogramação do hipotálamo, que, para ele, pode sim ser alterado por mudanças no estilo de vida, como alimentação adequada e exercícios físicos.

– O hipotálamo atua de acordo com nossos hábitos de vida e sob a influência de diversos hormônios. O que pode alterar as vias de sinalização do hipotálamo são modificações da composição corporal e perda de peso através de mudanças de hábitos de vida, prática de exercícios físicos e uma alimentação correta, o que deve ser feito com acompanhamento do médico e do nutricionista.

Fonte: Globo Esporte