Estudantes medalhistas serão premiados pelo no sábado (08)


fc5c24f7c2

Emoção e orgulho marcam o evento de premiação dos estudantes da Rede Municipal de Ensino de Teresina, medalhistas nas olimpíadas do conhecimento. Ao todo, 108 estudantes estão sendo contemplados com celulares como forma de reconhecimento pelos esforços de cada um. Em 2016 os estudantes alcançaram um total de 142 medalhas em olimpíadas de Matemática, Física, Química, Astronomia, Ciências e Língua Portuguesa, sendo 11 alunos destaques nacionais de escola pública, na Olimpíada Brasileira de Química Júnior e 15 na Olimpíada Nacional de Ciências.

A solenidade acontece neste sábado (08), no Centro de Formação Professor Odilon Nunes, no bairro Marquês, a partir das 9h, e contará com a participação de alunos, pais, diretores, professores, técnicos da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e do prefeito Firmino Filho.

A premiação é parte do trabalho da Prefeitura de Teresina no desenvolvimento das potencialidades dos alunos em áreas como Matemática, Língua Portuguesa, Astronomia, Química, Ciências e Física. A cada ano, os estudantes vêm conquistando mais e mais medalhas em olimpíadas nacionais e regionais. Um dos principais responsáveis por esse salto nas conquistas é o Programa Cidade Olímpica Educacional, criado em 2012 com o objetivo de oportunizar aos alunos com desempenho acima da média em situações de aprendizagens diferenciadas, visando a preparação para participação em competições acadêmicas de alto nível e reconhecimento nacional.

O elevado número de estudantes premiados com medalhas de ouro, prata e bronze revela a significativa evolução na qualidade do ensino de Teresina, posicionando a capital em lugar de destaque no Brasil. Um exemplo do sucesso dos estudantes em competições nacionais é o resultado da Olimpíada Brasileira de Astronomia das Escolas Públicas, onde 40 medalhistas piauienses são alunos de escolas municipais de Teresina. As escolas municipais da capital também tiveram 27 medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP 2016.

O prêmio é também uma forma de incentivar a busca por mais conquistas e estimular a participação de todos os estudantes nas competições locais, nacionais e até internacionais, agregando cada vez mais conhecimentos.

Segundo Valdete Silva, coordenadora do Programa Cidade Olímpica Educacional, os estudantes cresceram em qualidade, acima de tudo. “Muitos me perguntam o porquê da Prefeitura de Teresina investir em alunos para olimpíadas científicas. Diferente das demais competições, em olimpíadas de conhecimento todo mundo ganha. Temos alunos reconhecidos nacionalmente e professores cada vez mais empolgados em buscar novos desafios”, ressaltou Valdete. A coordenadora lembra ainda que as aulas de aprofundamento de disciplinas são ideais para fortalecerem a extensão universitária. “Esses alunos são um campo fértil para as universidades”, finalizou.

Encerramento com lançamento de livros

A ocasião também marca o encerramento das aulas do primeiro semestre do Programa Cidade Olímpica Educacional e das aulas de reforço oferecidas para os estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental.

Após a solenidade de premiação os alunos das turmas de Língua Portuguesa do Programa Cidade Olímpica Educacional irão realizar o lançamento da coletânea de textos produzido durante as aulas. “Brincadeira de Palavras” é uma coletânea de poemas, crônicas, memórias literárias e contos produzidos por alunos do 7º ao 9º ano do ensino fundamental. Na ocasião, Francisco Anderson Rodrigues Vieira, ex-aluno do Cidade Olímpica, também participará do lançamento com o livro ‘Meus Primeiros Sonetos’, que é uma coletânea do seu trabalho desenvolvido nas aulas do Programa. Esta já é sua terceira edição, O primeiro foi uma publicação organizada pela Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, onde estudava. O livro conta histórias de sua família e personagens que fazem parte de seu cotidiano, onde o aluno demonstra o prazer que sente ao brincar com a linguagem. O segundo livro “Olho da Poesia” é uma coletânea de textos confeccionados ao longo de sua vida.

 

Contabilizando vitórias

 

O Programa Cidade Olímpica educacional tem muito a comemorar. Já são quatro livros publicados com produções textuais da turma de Língua Portuguesa, sete alunos entre os 22 melhores da Olimpíada Brasileira de Química Júnior, artigos dos professores em destaque em congressos pelo Brasil, título de melhor iniciativa do Nordeste no Prêmio Professores do Brasil e conquista do Selo Objetivos para o Desenvolvimento do Milênio, dentre outros.