Prova do Concurso PM/PI é anulada e investigações continuam


A Secretaria de Segurança, em conjunto com o Comando da Polícia Militar e o NUCEPE – Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos, resolveu cancelar a primeira etapa do concurso da PMPI após a verificação da possibilidade de fraudes durante as provas. De acordo com o Secretário Fábio Abreu, a decisão visa não prejudicar os mais de 32 mil candidatos. Pelo menos 12 pessoas já foram autuadas em flagrante pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado acusadas de tentar burlar o certame.

Pedro Antônio Soares Júnior, presidente do Nucepe, declarou que esta é a medida mais correta a ser adotada e que a data das novas provas será anunciada no mais curto espaço de tempo possível. Já o Comandante da PMPI, Coronel Carlos Augusto, lamentou que o certame tenha sido contaminado, reafirmou que todas as regras do edital continuam as mesmas e que não haverá abertura de novas inscrições.

Anulação concurso PM

O Delegado Geral, Riedel Batista, confirmou ainda que as investigações continuam e não descartou novas prisões. Disse ainda que a Polícia Civil, através do Núcleo de Inteligência da SSP-PI e do GRECO tem trabalhado para identificar indícios de fraudes em outros concursos.

Também participaram da reunião o coordenador do Greco, Williame  Moraes,  o delegado Kleydson Ferreira, o coordenador do Núcleo de Inteligência da SSP-PI, delegado Carlos César e o reitor da Universidade Estadual do Piauí, Nouga Cardoso.