Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morre aos 52 anos


Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morreu nesta quarta-feira (17) à noite aos 52 anos, em Detroit. A família pediu privacidade e a causa da morte ainda não foi oficialmente revelada.

O assessor do cantor, Brian Bumbery, resumiu que a morte de Cornell foi “súbita e inesperada”. Segundo informações do canal americano 4 WDIV, de Detroit, uma fonte teria informado que a mulher de Cornell ligou para um amigo da família para ver como o cantor estava.

O amigo arrombou a porta do quarto do hotel e encontro Chris no banheiro. Segundo a fonte, o cantor teria cometido suicídio por enforcamento.

Chris Cornell durante show solo acústico no Brasil, no festival SWU, em 2011 (Foto: Caio Kenji / G1)Chris Cornell durante show solo acústico no Brasil, no festival SWU, em 2011 (Foto: Caio Kenji / G1)

Chris Cornell durante show solo acústico no Brasil, no festival SWU, em 2011 (Foto: Caio Kenji / G1)

O cantor havia se apresentado na quarta à noite com a banda no Fox Theatre, em Detroit. A página da casa de espetáculos postou duas fotos da apresentação nas redes sociais. Nesta quinta (18), Cornell participaria do festival Rock the Range, em Columbus, também nos EUA.

Perfil

Christopher John Boyle foi criado e nasceu em Seattle, nos EUA, em 20 de julho de 1964. Ele foi um dos principais nomes do movimento grunge, formando o Soundgarden ao lado do guitarrista Kim Thyail e do baixista Hiro Yamamoto, em 1984.

Depois, Cornell formou o supergrupo Audioslave, com membros do Rage Against the Machine (Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk). Em 2007, se concentrou em carreira solo com apresentações mais calmas e acústicas antes da volta do Soundgarden, em 2010.

Entrevistas ao G1

“O esquema ‘voz e violão’ permite essa intimidade e me dá a oportunidade de rever a carreira. Posso tocar canções das minhas ex-bandas ou qualquer cover que me vier à cabeça. Por conta disso, este é definitivamente o período mais feliz da minha vida no aspecto artístico”, disse ele ao G1, quando sua turnê solo passou pelo Brasil em 2011, no festival SWU.

A estreia no Brasil foi em 2007, quando falou ao G1 sobre a vida em turnê, longe da família. “Viajar e conhecer o mundo é um privilégio. Há 20 anos, sair em turnê era algo difícil para mim, deixar minha casa, cair na estrada. Mas me acostumei, e hoje isso é minha vida. É um pouco complicado agora que tenho uma família e sou pai de três crianças, mas é questão de me programar”, disse ele.

O cantor retornou ao Brasil em 2013, em um festival de Blues, e tocou com o Soundgarden na edição do ano seguinte do Lollapalooza, em São Paulo.

Temple of Dog com Chris Cornell mais abaixo (Foto: Divulgação)Temple of Dog com Chris Cornell mais abaixo (Foto: Divulgação)

Temple of Dog com Chris Cornell mais abaixo (Foto: Divulgação)

Retorno do Temple of Dog

No ano passado, o Temple of the Dog, supergrupo formado por membros do Pearl Jam e do Soundgarden, fez shows nos Estados Unidos em novembro. Foi o primeiro retorno após formação, em 1990, e marcou os 25 anos do álbum que leva o nome da grupo.

A banda é formada pelo vocalista Chris, Jam Jeff Ament, Stone Gossard e Mike McCready, e pelo baterista Matt Cameron. Os cinco se reuniram em homenagem à morte de Andrew Wood, membro do Mother Love Bone e amigo de Cornell.

“Queríamos fazer a única coisa que nunca fizemos… tocar em shows e ver como seria formar a banda que deixamos para trás há 25 anos”, disse Chris.

Chris Cornell (Foto: Caio Kenji / G1)Chris Cornell (Foto: Caio Kenji / G1)

Chris Cornell (Foto: Caio Kenji / G1)

Soundgarden, com Chris Cornell, Matt Cameron, Kim Thayil e Ben Shepherd em 2012 (Foto: Danny Moloshok / Arquivo / Reuters)Soundgarden, com Chris Cornell, Matt Cameron, Kim Thayil e Ben Shepherd em 2012 (Foto: Danny Moloshok / Arquivo / Reuters)

Soundgarden, com Chris Cornell, Matt Cameron, Kim Thayil e Ben Shepherd em 2012 (Foto: Danny Moloshok / Arquivo / Reuters)

Vocal rasgado de Chris Cornell é uma das marcas registradas do som grunge do Soundgarden (Foto: Raul Zito/G1)Vocal rasgado de Chris Cornell é uma das marcas registradas do som grunge do Soundgarden (Foto: Raul Zito/G1)

Vocal rasgado de Chris Cornell é uma das marcas registradas do som grunge do Soundgarden (Foto: Raul Zito/G1)

Fonte: G1