Uespi define grupo de trabalho para a execução de projetos na Evangelina Rosa


A Universidade Estadual do Piauí apresentou aos representantes da Maternidade Dona Evangelina Rosa os componentes do grupo de trabalho que será responsável pela execução do projeto de instalação da biblioteca e adequação de espaços para alunos e professores das residências em saúde na maternidade.

O grupo foi nomeado na última quarta (26), em reunião realizada na Uespi, Campus Torquato Neto, que contou com a presença do reitor da Universidade Estadual, Nouga Cardoso; e vice-reitora, Bárbara Melo (além de pró-reitores da IES); da diretora do Núcleo de Ensino da Evangelina Rosa, Carolina Carvalho e o diretor de Ensino e Pesquisa da maternidade, Joaquim Parente.

O grupo é formado por cinco professores dos cursos de Medicina, Fisioterapia e Enfermagem da Uespi. Juntos, eles serão responsáveis pelo planejamento que inclui, por exemplo, a elaboração do acervo bibliográfico a ser adquirido. “Essa ação atende a uma exigência do MEC, que é de ter uma biblioteca e locais confortáveis de estadia para os estudantes e residentes que atuam no hospital. Ficamos agradecidos em poder contribuir com esse projeto que irá beneficiar todos os cursos de Saúde da Uespi que contam com alunos e professores na Evangelina Rosa”, comemorou o professor de curso de Medicina e nomeado coordenador do grupo de trabalho, Jesus Abreu.

“Daqui para frente, a Uespi vai atuar para atender às demandas da Evangelina Rosa, por meio desse grupo de trabalho”, disse Nouga. “Em 30 dias faremos a entrega de alguns mobiliários e livros para a biblioteca da maternidade”, acrescentou o reitor.

As atividades serão iniciadas no dia 4 de maio, dia em que as instituições irão formalizar a parceria por meio da assinatura de termo de cooperação. “Esperamos que na próxima reunião possamos contar com a presença do secretário da Saúde, Francisco Costa, para o anúncio oficial das ações e para que o secretário possa fazer uma contrapartida financeira para contribuir com a execução do projeto”, destacou Joaquim Parente.

As tratativas entre Universidade Estadual do Piauí e Maternidade Dona Evangelina Rosa foram iniciadas em fevereiro deste ano com a visita da diretoria da maternidade ao Centro de Ciências da Saúde/Uespi, onde foram recebidos por representante da administração superior da IES. A última reunião entre as partes havia ocorrido no dia 19 de abril, também no Campus Torquato Neto.