Sem citar lista de Fachin, Temer diz que o governo ‘jamais’ pode se paralisar


O presidente Michel Temer disse em discurso nessa quarta-feira (12), sem citar a lista de pedidos de inquérito do ministro Edson Fachin, que o governo não pode parar os trabalhos. Ele também afirmou que a atividade legislativa não pode parar.

“Nós não podemos jamais paralisar o governo. Nós temos que dar sequência ao governo, nós temos que dar sequência a atividade legislativa, nós temos que dar sequência a atividade judiciária”, declarou Temer. “Aqui no Brasil, se não tomarmos os cuidados, daqui a pouco vão dizer que o Executivo não opera, o Legislativo não opera, o Judiciário não opera. E não é assim.”

A lista dos novos investigados na Lava Jato atinge governo Temer e representa um obstáculo à celeridade que o governo quer impor na tramitação da reforma da Previdência. Nesta terça, após a divulgação dos nomes, em que constam oito ministros, 42 deputados e 29 senadores, o Congresso ficou vazio.

Fonte: G1