Brasileiros se destacam em esportes que vão estrear na Olimpíada em 2020


1- Título no skate

Pedro Barros conquistou o título da etapa brasileira do Circuito Mundial de Skate na categoria Park. Ele, que está entre os melhores do planeta, ficou com a primeira posição com a pontuação de 94,45. O skate fará sua estreia olímpica em Tóquio 2020, e o Brasil terá algumas chances de ir ao pódio.
2- Filipinho é o melhor brasileiro na Austrália

O surfe é mais um esporte que fará sua estreia olímpica em 2020, e, assim como o skate, o Brasil terá muitas chances de ir ao pódio. Na segunda etapa do Circuito Mundial, encerrada no fim de semana, Filipe Toledo foi o melhor do país, parando na semifinal. Adriano Souza, o Mineirinho, foi eliminado nas quartas de final.
3- Campeões na escalada

A escalada, que também fará sua estreia olímpica em 2020, definiu os campeões nacionais no fim de semana que passou. Patrícia Silva, no feminino, e o Pedro Nicoloso, no masculino, ficaram com o título. O país ainda não é uma potência mundial na modalidade, mas brigará para ter, ao menos, uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio.
4- Seleção de softbol convocada

O fim de semana foi marcante para as modalidades que não estiveram no programa olímpico da Rio 2016, mas estarão em 2020. A seleção feminina de softbol foi convocada para o Pan-Americano da modalidade, que será em agosto. Os treinos começam no próximo dia 14, e o resultado na competição será essencial para a busca da vaga olímpica.
5- Marca espetacular no tiro

O brasileiro Filipe Fuzaro, que esteve nos Jogos Olímpicos de 2012, mas não conseguiu a classificação para a Rio 2016, venceu a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de fossa dublê com uma marca espetacular. Ele anotou 142 tiros em 150 possíveis, marca que lhe renderia, por exemplo, o recorde olímpico.
6 -Goleada contra a Bolívia

A seleção brasileira feminina de futebol venceu, em amistoso, a Bolívia, por 6 a 0. O rival não era forte, mas o time mostrou evolução com relação aos últimos jogos. O próximo compromisso será em julho, contra a Alemanha, atual campeã olímpica.
7- Tempo bom na natação

Em meio ao caos instalado na Confederação de Desportos Aquáticos (CBDA), os nadadores seguem treinando para o Troféu Maria Lenk, que será realizado no início do mês que vem. Henrique Martins fez, no fim de semana, o tempo de 52s23 nos 100m borboleta, o equivalente ao oitavo melhor do mundo em 2017.
 8- Brasil avança na Davis

A seleção brasileira de tênis derrotou o Equador, fora de casa, no confronto válido pelo Zonal Americano da Copa Davis. Com o placar de 5 a 0, o time formado por Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro, Marcelo Melo e Bruno Soares, vai disputar a repescagem do grupo mundial em setembro, em busca de voltar para a elite do torneio.
9- Seleção de taekwondo definida

Enquanto a Confederação Brasileira de Taekwondo ainda vive uma crise política, os atletas participaram, no fim de semana, da seletiva nacional para o Campeonato Mundial. Medalhista na Rio 2016, Maicon Andrade, venceu com tranquilidade sua categoria e vai representar o país. O destaque foi a equipe de São Caetano, que classificou nove atletas.
10- Larissa e Talita mantêm boa fase

Quarta colocada na Rio 2016, a dupla formada por Larissa e Talita conquistou, no fim de semana, a etapa de Vitória do Circuito Nacional. Depois de derrotarem Ágatha e Duda na semifinais, passaram por Rebecca e Anna Patrícia na decisão. No masculino, Pedro Solberg e Guto derrotaram os campeões olímpicos Bruno e Alison.