Grupo investirá na energia eólica piauiense


Piauí é destaque na produção de energia eólica(Foto:Marcelo Cardoso)
Piauí é destaque na produção de energia eólica (Foto:Marcelo Cardoso)

A produção de energia eólica no Piauí terá em 2018 o investimento do Grupo Votorantim. O projeto de energia eólica – Ventos do Piauí – está previsto para entrar em operação no primeiro trimestre do próximo ano.

O projeto foi lançado em outubro de 2015 e calcula desembolso total de R$ 1,2 bilhão na primeira fase – sete parques eólicos no estado. Nessa etapa, a previsão é alcançar potência instalada de geração der 206 megawatts (MW).

“Esses projetos estão cada dia mais acontecendo no Piauí, o estado se tornou atrativo para energia eólica. As empresas estão querendo ampliar os seus projetos e isso é evidentemente muito bom porque estamos trabalhando com obras de valores muito alto. Parte do recurso da construção desses parques geram emprego e renda. A rede hoteleira é beneficiada, postos de gasolina, terceirização de empresas. Isso gera uma receita para o estado. Quanto mais empresas se interessarem para trabalhar em concessão de parques, melhor para o estado”, disse Luiz Coelho, secretário de Mineração.

Ainda segundo o secretário, as cidades que receberão o investimento serão Curral Novo, Lagoa do Barro e Queimada Nova.

“Apesar da crise vivenciada pelo Brasil nos últimos dois anos, decidimos não reverter nenhum investimento em curso”, afirmou João Miranda, presidente da Votorantim S.A.

O grupo Votorantim, completa 100 anos de fundação em 2018. Um terço de seus investimentos serão para a geração de energia eólica. Cerca de R$ 1 bilhão está orçado no plano do conglomerado.