No Piauí, Deputado Jair Bolsonaro cogita aliança com Mão Santa para 2018


O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) esteve ontem (5) em Teresina. Bolsonaro veio cumprir agenda nas cidades de Teresina e Parnaíba.

No Piauí, ele também criticou o atual presidente da República, Michel Temer, com foco para a reforma da Previdência, proposta pelo peemedebista. Bolsonaro também atacou a reforma política que prevê mudanças nas próximas eleições, entre estas, ‘lista fechada’ em que o eleitor não vota no candidato e sim numa lista que será definida pelos partidos.

O parlamentar é conhecido em todo país pelo radicalismo diante de temas polêmicos. No Estado, Bolsonaro veio divulgar propostas do Partido Social Cristão, assim como tem feito em outras regiões do país. No Piauí, o deputado se reúne com correligionários, militares do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar em Teresina e segue ainda para Parnaíba, no litoral piauiense.

Ele também comentou sobre uma uma possível aliança com o prefeito de Parnaíba, Mão Santa (Solidariedade). “Gosto muito do Mão Santa. Enquanto senador, acompanhava seus pronunciamentos…ele é uma pessoa maravilhosa e me convidou para conhecer sua cidade. Hoje, do que depender de mim, começará sim um namoro como Mão Santa”, disse.

Sobre a corrida presidencialista, Bolsonaro foi direto: “Se eu vier candidato, não estou preocupado com aliança. Nós somos diferentes. Para nós não é uma obsessão chegar ao poder, mas uma missão de Deus”, disse.

Mais de 150 pessoas o recepcionaram no aeroporto de Teresina, nesta quarta-feira(05) e ao discursar na parte externa do aeroporto, ele disse que a “a violência deve ser combatida com violência”. Bolsanaro também destacou que o PT é um “câncer que deve ser exterminado”.

Durante sua fala, o deputado foi aplaudido a todo momento pelos simpatizantes que entoavam gritos de guerra para ele ser presidente do Brasil.

“Nosso compromisso é com o Brasil, precisamos mudar e muito a política nacional com agenda positiva. Precisamos combater a violência com violência. Precisamos garantir que os vagabundos mortos em combate com a polícia não processem os policiais que os assassinarem”, declara Bolsanaro.

Bolsanaro afirmou que dentre as suas propostas de governabilidade, ele quer criar projetos para valorizar a família e as forças policiais e facilitar e desburocratizar a vida do empresário e do empreendedor. Além disso, ele defendeu mais uma vez a redução da maioridade penal.

“Um adolescente de 16 e 17 anos não pode ir para a cadeia, mas ele pode roubar e matar. Isso não está certo. Por isso, nós queremos reduzir a maioridade penal”, disse o deputado federal.

 

*Informações Cidade Verde