‘Gêmeos do crime’ escapam por túnel durante fuga em massa da penitenciária Irmão Guido


Uma fuga em massa foi registrada na Penitenciária Regional Irmão Guido, em Teresina, neste sábado (25). De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), 26 detentos fugiram por um túnel cavado na  cela 16 no pavilhão C. Entre os fugitivos estão os gêmeos Alan e Alex, alvos da operação Tsunami, deflagrada pela Polícia Civil do Piauí, nesta semana. A gerência da unidade informou que três fugitivos já foram recapturados, entre eles um dos gêmes, o Alan.

A fuga teria ocorrido, provavelmente, durante a troca de plantão, pela manhã.

Os irmãos Alex dos Santos Nunes e Alan dos Santos Nunes estão na penitenciária desde o ano passado, são considerados de alta periculosidade e, inclusive, comandariam assaltos a residências de luxo de dentro do presídio, de acordo com o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco).

“A Polícia Civil faz todo um trabalho, detecta que estes dois presos estão de dentro da unidade prisional comandando o crime organizado e não se toma uma providência de remover esses presos que são de alta periculosidade para um presídio de melhor segurança”, questiona José Roberto, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi).

José Roberto aponta falhas na estrutura do presídio e diz que há indícios de que os detentos contaram com ajuda externa para empreender fuga.

“O túnel foi cavado na cela 16. O que separa a cela 16 da parte externa é só uma parede. O túnel não é de muito tempo…Na Irmão Guido. eles conseguem cavam túnel em meia hora, pois lá não há estrutura. O piso é apenas uma capinha de cimento e areia. O túnel deu acesso a uma área entre o paredão do presídio e o muro. Eles saíram de dentro do pavilhão e quebraram o muro. Há indícios de que o muro tenha sido quebrado de fora para dentro do presídio, pois próximo ao buraco no muro foram encontrados uma marreta e um ferro”, finaliza o presidente do Sinpoljuspi.

A Penitenciária Regional Irmão Guido tem capacidade para 324 detentos, mas abriga 483.

Gêmeos gravaram vídeo de dentro do presídio

NOTA DA SECRETARIA DE JUSTIÇA 

A gerência da Penitenciária Regional Irmão Guido informa que três, dos 26 detentos que fugiram da unidade neste sábado (25), foram capturados até o momento.

Os presos fugiram do Pavilhão C, através de um buraco, e abriram outro buraco no muro externo, por onde conseguiram escapar. As forças de segurança pública estão em operação de busca dos foragidos. 

Equipes das diretorias da Unidade de Administração Penitenciária e de Inteligência e Proteção Externa, Polícia Militar e agentes penitenciários estão no local realizando vistoria e contagem de presos.

A Secretaria de Justiça do Estado requisitou abertura de inquérito policial e abriu procedimento administrativo para apurar o ocorrido. Os agentes penitenciários que estavam de plantão no momento da fuga serão afastados, até a conclusão das investigações.

A Secretaria de Justiça também oficiou a Corregedoria da Polícia Militar para apurar as ações dos policiais que estavam de plantão durante a fuga.

As equipes de segurança permanecerão no presídio para assegurar que não aconteçam outros distúrbios. Uma investigação está sendo aberta para apurar a fuga

Gerência da Penitenciária Regional Irmão Guido

Secretaria de Estado de Justiça do Piauí

Fonte: Cidade Verde