Atriz mãe de Carrie Fisher disse querer estar com a filha horas antes de morrer


A atriz morreu na terça-feira com a idade de 60 anos, após sofrer um ataque cardíaco a bordo de um avião

A atriz Debbie Reynolds, de 84 anos, mãe da também atriz Carrie Fisher, a princesa Leia da saga “Star Wars”, estava pensando na filha em seus momentos finais. Ela falou ao filho, Todd Fisher, que gostaria de ficar com a filha horas antes de morrer nesta quarta-feira. “Eu sinto tanta falta dela, eu quero estar com Carrie”, disse a atriz que perdeu a filha na terça-feira, e teve um acidente vascular cerebral em seguida, segundo o “TMZ”.

Todd também contou para a revista “Variety” que a mãe “queria estar com Carrie”. A atriz morreu na terça-feira com a idade de 60 anos, após sofrer um ataque cardíaco a bordo de um avião.

As atrizes Debbie Reynolds e Carrie Fisher morreram com um dia de diferença (Foto: Mike Black / Reuters)

As atrizes Debbie Reynolds e Carrie Fisher morreram com um dia de diferença (Foto: Mike Black / Reuters)

Na terça-feira, pouco após a morte de Carrie, Debbie Reynolds publicou um comunicado em seu perfil no Facebook agradecendo ao apoio recebido. “Obrigada a todos que abraçaram os dons e talentos da minha amada e incrível filha. Estou grata por seus pensamentos e orações, que agora a estão guiando para sua próxima parada. Com amor, a mãe de Carrie”. Em seu perfil no Twitter, Debbie define assim Carrie e o irmão, Todd: “Meus dois filhos são a luz da minha vida”.
Uma das mais duradouras e cativantes estrelas de Hollywood de seu tempo, Debbie Reynolds recebeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz pelo musical de 1964 “A inconquistável Molly”.
Carrie Fisher, que se tornou célebre como a princesa Leia nos filmes de “Star Wars” e depois lutou contra a dependência química antes de contar sua história em um best-seller, morreu na terça-feira aos 60 anos depois de sofrer um ataque cardíaco na sexta-feira passada.

Fonte: Extra