Wellington Dias discute novos investimentos no Prosar


Governador (Palácio do Karnak). (Foto:João Allbert)

O governador Wellington Dias se reuniu, na manhã desta segunda-feira (26), com o procurador-geral do estado, Plínio Clerton, com o secretário de governo, Merlong Solano; e secretário da Saúde, Francisco Costa, presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes e o coordenador de Fomentos ao Saneamento, Rural Gilberto Medeiros para discutir novas metas e compromissos nas ações do Programa de Saúde e Saneamento Básico na Área Rural do Piauí (Prosar).

Governador (Palácio do Karnak).( Foto: João Allbert)

Com o objetivo de garantir a melhoria na qualidade do fornecimento da água, recolhimento de dejetos e um bom sistema de saneamento o Prosar atua na construção de redes de distribuição de água tratada e esgotamento sanitário e obras de infraestrutura, levando qualidade de vida a milhares de famílias rurais piauienses.

Para 2017, o governador Wellington Dias pretende angariar cerca de € 100 milhões junto ao Banco Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW) da Alemanha para investimento em saneamento em regiões rurais e também urbanas, “nós vamos trabalhar agora com mais regiões rurais e urbanas, aqui ficou acertado, já, um parecer favorável para um experiência piloto na zona rural de Teresina que estamos fazendo em parceria com a prefeitura de Teresina e a procuradoria do estado, também, já deu um parecer favorável. No mês de janeiro, após uma proposta que fiz na visita que recebi do Banco KFW que é o Banco financiador dessa área do Prosar, acertamos de eu ir à Alemanha onde iremos apresentar uma proposta com eles, nosso objetivo é um contrato no valor de, aproximadamente, 100 milhões de euros dado para as cidades com menos de 15 mil habitantes da parte rural”, explicou o governador.

Para o secretário da Saúde, Francisco Costa, a reunião foi importante para acelerar a execução desses projetos na área de saneamento, “Nesta reunião com o governador Wellington Dias e a coordenação de saneamento rural tratamos sobre a finalização do programa de saneamento, em parceria com o Banco KFW, numa perspectiva de um novo contrato de empréstimo para ações na área de abastecimento de água e saneamento de cidades com, preferencialmente, menos de 15 mil habitantes, a proposta do governador é que possamos finalizar os projetos o mais rápido possível para que, provavelmente, ainda em janeiro façamos uma visita ao Banco KFW para avaliar a possibilidade de um novo contrato ajudando principalmente na área de saneamento desses pequenos munícipios,  ficando encaminhado que a Coordenadoria de Saneamento Rural junto com o instituto de águas e Secretaria da Saúde possam agilizar a formatação dessas propostas”.

Governador (Palácio do Karnak).( Foto: João Allbert)

Sobre o já estabelecido Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar), Wellington Dias afirma que o sistema já é uma experiência com grande êxito, “nas cidades menores nós temos uma experiência vitoriosa ela é hoje um modelo para o Brasil que é o sistema de saneamento rural Sisar, ele já foi experimentado em algumas cidades do Piauí com um bom resultado, oferecendo qualidade no fornecimento da água, um bom sistema de saneamento onde a gente tem um sistema individualizado com baixo custo para o tratamento de esgoto e com isso a gente tem prevenção à saúde, qualidade de vida a um custo muito mais baixo e, melhor ainda, uma baixa inadimplência, 3% a 4%”, enfatizou.