Por ser única inscrita, Thays sobe de categoria para lutar Pan de Kickboxing


Piauiense conheceu hoje local da luta durante pesagem da competição.
Piauiense conheceu hoje local da luta durante pesagem da competição.

A piauiense Thays Eline passou por um rápido momento de frustração nesta quinta-feira (27) durante o início dos trabalhos para o 9º Campeonato Pan Americano de Kickboxing, que acontece em Cancún, no México.

Apresentando-se para a pesagem da competição, a lutadora descobriu que era única competidora na categoria até 60kg, na qual foi campeã brasileira e ganhou a vaga para o torneio continental.

Sem adversárias para enfrentar, a piauiense acabou tendo luta casada com uma atleta da categoria até 65kg pela Confederação Pan-Americana de Kickboxing. Um alívio para a lutadora de 21 anos que poderá concretizar sua experiência internacional.

– Eu estava triste. É chato chegar como campeã e não ter lutado. E é mais chato ainda não ter lutado nada, treinado muito e chegar aqui e não ter luta. Eu fico mais feliz tendo que lutar, mesmo uma categoria acima – contou.

Na cidade sede da competições desde a quarta-feira, Thays preferiu não ter muita folga antes da competição. Após o merecido descanso pós-viagem, a jovem de Teresina tem aproveitado os dias que antecedem a luta para fazer uma movimentação leve, que não atrapalhe seu desempenho durante o combate.

– Eu estou muito tranquila. Mestre Yoshinaga vai treinar a gente esses dias. Aqui tem academia, continuo fazendo trabalho de força e uma ioga para substituir o pilates – finalizou.

Mesmo com as lutas tendo início nesta quinta, Thays terá que esperar até o sábado para brigar pelo título e o cinturão Pan-Americano de kickboxing. Essa é a primeira experiência internacional da atleta, que além do título Brasileiro, coleciona um vice-campeonato da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista.