Velho Zeza é condenado a 18 anos de prisão por morte de empresário


Na noite desta quarta-feira (26), João Alves, o Velho Zeza, foi condenado pelo juri a 18 anos e seis meses de prisão. Apontado pela polícia como um dos maiores traficantes de drogas de Teresina (PI), Zeza foi condenado pelo assassinato do empresário Daniel Barbosa da Silva, ocorrido em 2013, no Lourival Parente, zona Sul da capital.

Também foi condenado no mesmo crime Odair Alves Justino, por ter executado o homicídio a mando de Zeza – que negou as acusações. Justino recebeu pena de 16 anos de reclusão. Já Cícero da Silva Pinheiro, também suspeito do crime, está foragido da Justiça.

Foto: Wilson Filho
João Alves, o Velho Zeza. Foto: Wilson Filho

Entenda do Caso

Em Abril de 2013, o empresário de 27 anos Daniel Barbosa  foi morto com 10 tiros enquanto dirigia seu carro. Os atiradores estavam em uma moto e o empresário ainda tentou atropelar os algozes, mas perdeu o controle do veículo e acabou batendo em uma casa, morrendo no local.

Segundo a investigação policial o motivo do crime seria o relacionamento com uma mulher. Em depoimento no julgamento, Adriana Siqueira confirmou que se relacionou com Velho Zeza por dois anos. Já com o empresário Daniel, a relação teria durado sete meses. “Eles me pagavam, ia para o motel, e acabava ali.”

Velho Zeza foi preso ainda em 2013 em uma operação da Polícia Federal e responde a outros processos por tráfico de drogas e homicídio – neste caso, a vítima foi o pai de um dos filhos de Adriana.

 

*Com Informações do Cidade Verde