Morre ator que provocou a morte do filho de Bruce Lee


Michael Massee em cena da série 'Rizzoli & Isles' em 2010 Foto: Reprodução
Michael Massee em cena da série ‘Rizzoli & Isles’ em 2010
Foto: Reprodução

Michael Massee, o ator que acidentalmente provocou a morte de Brandon Lee, filho do lendário especialista em artes marciais Bruce Lee, durante a gravação do filme O Corvo(1994), morreu nesta quarta-feira aos 61 anos.

O ator Anthony Delon foi o primeiro a informar pela rede social Instagram sobre a morte de Massee, que mais tarde foi confirmada por seu agente ao site especializado The Hollywood Reporter .

Massee foi quem atirou com uma arma que estava indevidamente carregada (com munição real em vez de balas de festim) e que tirou a vida de Lee no dia 31 de março de 1993, quando o ator tinha 28 anos.

O filme, dirigido pelo egípcio Alex Proyas, chegou aos cinemas em maio de 1994. Aquele incidente fez com que Massee passasse uma longa temporada longe dos holofotes.

“Acho que uma pessoa nunca pode se recuperar de algo assim”, reconheceu em entrevista concedida em 2005.

O ator, que participou de aproximadamente 80 filmes e séries de televisão ao longo da carreira, contou com papéis de destaque em filmes como Rajada de Fogo (1992), Massacre no Bairro Japonês (1991) e Missão Resgate (1989).

Os papéis mais conhecidos de Lee na televisão foram os do vilão Ira Gaines na primeira temporada de 24 horas e Charles Hoyt em Rizzoli & Isles , além de suas aparições em Arquivo X , Supernatural , House e The Blacklist .

“Lamento muito sua morte. Tinha um talento imenso e a mais cálida das almas. Foi um privilégio conhecê-lo”, disse Angie Harmon, atriz de Rizzoli & Isles , através de seu perfil oficial no Twitter.

Fonte: Terra